o mecanismo pelo qual a maioria das pneumonias ocorre é a aspiração de microrganismos provenientes da orofaringe. No entanto, o agente responsável pode não ser determinado até 50% dos casos. A etiologia mais provável dependerá do local de aquisição, dos factores de risco associados, da localização geográfica e da gravidade da infecção.

causas de pneumonia em adultos e idosos

em adultos, as causas de pneumonia mais frequentes são as bactérias, como Streptococcus pneumoniae (pneumococo), Staphylococcus aureus, Legionella pneumophila, Mycoplasma pneumoniae, Chlamydia pneumoniae e Haemophylus influenzae, embora até 10% possam ser por vários destes agentes simultaneamente.

vírus como o da gripe, o do coronavírus SARS-CoV-2, o vírus respiratório sincicial e o da varicela podem também causar pneumonia.

além disso, alguns fungos podem provocar pneumonia (pneumoinia fúngica), por exemplo em pacientes com o sistema imune enfraquecido, pelo exemplo aqueles com HIV-AIDS, ou doentes crônicos: pneumonia por Pneumocystis, coccidioidomicose (causadora da conhecida como febre do Vale), histoplasmose ou Cryptococcus.

causas de pneumonia em lactentes e crianças

em crianças, especialmente em recém-nascidos (o que é conhecido como pneumonia neonatal) a causa mais frequente é a infecção bacteriana, embora também possa ser devido a vírus. O mecanismo de transmissão pode ser congênito-através da placenta -, intra-uterino– pela infecção do líquido amniótico -, ou vertical, isto é, através do cananl do parto. Da mesma forma, as crianças podem se infectar com pneumonia no ambiente hospitalar ou adquirir germes presentes em seu ambiente comunitário (pais, avós)).

tipos de pneumonia

Dentro da causa mais comum, o pneumococo produz dois tipos distintos de pneumonia: bacteriêmica e não bacteriêmica. A pneumonia por pneumococo em até 25% produz bacteremia, isto é, Detecção do germe no sangue com maior mortalidade.

causas e tipos de pneumonias

Causas e tipos de pneumonias

podemos distinguir diferentes tipos de pneumonia segundo o local e a forma de ocorrência:

  • pneumonia adquirida na comunidade: é aquela produzida por um agente infeccioso fora do âmbito hospitalar.
  • pneumonia nosocomial ou intra-hospitalar: quando aparece em tal meio, ou nas 48-72 horas após a alta hospitalar, e até 10 dias após esta.
  • pneumonia relacionada com cuidados de saúde: doentes em centros de longa permanência, em tratamento com quimioterapia, diálise, centros de dia de idosos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.